A diversidade dentro do seu cérebro

Você provavelmente sabe que o seu cérebro é formado por milhões e milhões de neurônios. Os neurônios são um dos tipos celulares do cérebro e são eles que transmitem a informação de uma parte para a outra do cérebro e também para todo o corpo. O que é interessante é que não existe somente um tipo de neurônio na sua cabeça.

Eu tenho estudado diferentes tipos de neurônios para entender quais deles são sensíveis ao etanol (o álcool que bebemos). Com técnicas científicas de imunohistoquímica de fluorescência, nós cientistas podemos enxergar as células no tecido. Utilizamos marcadores fluorescentes para marcar diferentes moléculas que são específicas para um ou outro neurônio.

Com diferentes marcadores eu consigo criar imagens lindas que muitas pessoas (na maioria delas cientistas) adoram. Eu espero que vocês também gostem!

Essas são as famosas #sciarts, ou seja, arte da ciência. Veja você mesmo que lindo meu gif de neurônios de uma parte do cérebro chamada Globo Pálido… A imagem foi adquirida com um microscópio confocal que permite aos cientistas reconstruir imagens tridimencionais (3D).

Reparem que alguns neurônios têm dois marcadores, ou seja, duas cores. É o número de neurônios com 2 ou 3 marcadores que estou tentando contar nos meus próximos experimentos. Além disso, os neurônios verdes e os vermelhos são sensíveis ao álcool, mas os azuis não são. Isso descobri no meu trabalho anterior, que já publiquei… : )

Se gostou, compartilhe a diversidade dentro da sua cabeça! 😉

Ciência também é arte! 🙂

Frootloops in the brain

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s